5 tecnologias e objetos japoneses que se usa no mundo todo

tecnologia japao

16 de março de 2022

Invenções dos japoneses colaboraram para moldar o cotidiano de milhões de pessoas.

O Japão é considerado um dos países mais tecnológicos do planeta, sendo uma das principais referências no desenvolvimento de novas tecnologias. Nas últimas décadas, alguns inventores japoneses foram os responsáveis por desenvolver aparelhos e objetos que estão presentes no mundo todo.

Essas influências podem ser percebidas de diversas formas, desde um Honda seminovo até celulares com câmera, por exemplo. Que tal conhecer um pouco mais sobre como os japoneses ajudaram a moldar o mundo como ele é hoje?

Carros Honda

A Honda é uma das montadoras mais respeitadas no mundo, sendo um símbolo de inovações na área automobilística. Ao longo das décadas, a marca conquistou a confiança dos clientes, que têm a certeza de que vão usufruir das principais atualizações com um veículo da fabricante.

Por exemplo, a Honda lançou em 2009 a CG Titan 150 Mix, que foi a primeira motocicleta produzida em série utilizando tecnologia bicombustível. Outra novidade foi o Clarity Fuel Cell, um modelo de carro que é equipado com uma célula de combustível que converte hidrogênio em eletricidade, emitindo apenas vapor d’água ao circular.

Baterias de íons de lítio

Antigamente, as baterias de aparelhos apresentavam problemas, como vazamentos, e eram feitas de materiais pouco seguros. Outra questão que era bastante inconveniente para os usuários é que elas “viciavam” os produtos eletrônicos em um certo período, diminuindo sua vida útil e obrigando as pessoas a adquirirem novas baterias.

Com o desenvolvimento das baterias de íons de lítio, esse problema foi contornado, aumentando a vida útil dos aparelhos, como notebooks e smartphones, por exemplo. Esse tipo de bateria surgiu em 1985, criada por Akiro Yoshiro.

Celulares com câmera

Provavelmente, você não consegue pensar hoje em um celular sendo vendido sem uma câmera. Se, atualmente, esse recurso é um item obrigatório nos smartphones, o uso de câmeras foi uma grande novidade que surgiu no Japão em 1999. Naquela época, os aparelhos permitiam fazer chamadas de vídeo, apesar da qualidade da imagem ser bem baixa.

Ainda nesse período, também era possível incluir fotos como anexos para enviar por e-mail. A funcionalidade tornou-se vital e passou a ser o padrão da indústria nos anos seguintes.

CD, DVD e Blu-ray Disc

O Japão foi responsável pelo desenvolvimento de tecnologias que revolucionaram a mídia física no mundo todo, algo que impactou o consumo de filmes, músicas e jogos. Ainda na década de 1970, a Sony e a Philips criaram o CD e o CD Player, que tinham o objetivo de substituir os discos de vinil. Com o passar do tempo, percebeu-se que essa mídia também era muito eficaz no armazenamento de dados em geral, levando a criação do CD-ROM.

Já os DVDs foram criados na década de 1990, envolvendo várias empresas japonesas como Sony, Toshiba e Mitsubishi. Capazes de armazenar áudio e imagem em melhor qualidade, eles foram os substitutos naturais dos videocassetes no mudo todo, a partir da comercialização dos primeiros aparelhos de DVD, em 1997.

A evolução dessa tecnologia veio com o Blu-ray Disc, fruto de outra invenção japonesa, o laser azul (feito por Shuji Nakamura). A Sony desenvolveu o Blu-ray Disc, que tem uma capacidade de armazenamento de 25 GB a 50 GB e que é amplamente utilizado na comercialização dos filmes mais recentes, assim como na indústria de videogames.

Notebooks

O dia a dia de milhões de pessoas seria muito diferente se não fosse possível levar consigo um computador portátil. O trabalho e o lazer de muitos seriam afetados, dependendo sempre de estar em um lugar com um PC instalado e energia para realizar o que fosse preciso.

Felizmente, na década de 1980, o japonês Yukio Yokozawa começou a mudar esse parâmetro. Ele foi o primeiro a patentear o laptop, batizado de HX-20 e que chegou às lojas do país em 1981. Ele pesava 1,6 kg e era diferente dos modelos atuais, mas serviu de base para a evolução dos anos seguintes, já que rapidamente passou a ser adotado pelas empresas e pessoas.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.